Páginas

domingo, 14 de agosto de 2016

Administrador da Arquidiocese da PB celebra Missa em memória de Dom Antônio Fragoso, um dos expoentes da Teologia da Libertação


O Administrador Apostólico da Arquidiocese da Paraíba, dom Genival Saraiva, celebrou uma Missa, na última sexta-feira (12), na Comunidade Laranjeira, no bairro José Américo, em João Pessoa, em memória de dom Antônio Fragoso, paraibano da cidade de Teixeira e primeiro bispo de Crateús, no Ceará, falecido em 12 de agosto de 2006.

Dom Antônio Fragoso foi um dos bispos mais atuantes ligados à Teologia da Libertação, importante corrente teológica nascida na América Latina nos anos de 1960 e que tem influenciado, na atualidade, o papado de Francisco com sua opção preferencial pelos pobres e excluídos (Leia: A última reviravolta de Francisco: a Igreja legitima a Teologia da Libertação).

Em um texto entregue ao seu amigo frei Gilvander (clique aqui), em setembro de 1998, considerado o seu “testamento espiritual”, dom Fragoso dizia-se esperançoso em ver uma igreja com rosto de pobre, como vem exortando o papa Francisco, primeiro papa latino-americano, em seus pronunciamentos desde o início do pontificado.

“Uma Igreja com ROSTO DE POBRE, comunidade de servidores de Jesus, sem poder, vivendo a mística do serviço de ‘lavar os pés’ da humanidade, principalmente dos pobres, conheço muitos testemunhos. Por isto, sei que é possível”, escreveu dom Fragoso (foto à esquerda).

A Missa em memória do bispo paraibano, incluída na Semana Teológica Dom Fragoso, promovida pela Arquidiocese da Paraíba, foi concelebrada pelo padre Djacy Brasileiro, um dos maiores defensores da transposição do Rio São Francisco, que descreve dom Fragoso como “grande pastor profeta, bispo dos pobres, dos excluídos”; pelo frei Anastácio, deputado estadual e um dos fundadores da Comissão Pastoral da Terra (CPT) no estado, e por outros padres da Paraíba e do Ceará.

Leia também: Papa Francisco escolhe cardeais que defendem os imigrantes, as diaconisas na Igreja Católica e o controle de armas nos EUA

Nenhum comentário: