domingo, 28 de agosto de 2016

Folha de São Paulo e FIRJAN apontam eficiência da gestão do ex-prefeito Roberto Flávio em Belém (PB)

Print do ranking divulgado pela Folha de SP

O jornal Folha de São Paulo divulgou neste domingo, 28 de agosto, o Ranking de Eficiência dos Municípios (REM-F) brasileiros. O ranking leva em consideração os dados municipais nas áreas de Educação, Saúde, Saneamento Básico e Finanças referentes aos anos de 2010 a 2013.

Os dados relacionados à Belém (PB), obtidos no período final da gestão do ex-prefeito Roberto Flávio, coloca o município na 292ª posição dentre os mais de 5.000 municípios brasileiros analisados, e na 7ª colocação dentre os municípios da Paraíba, recebendo a classificação de “município eficiente” com a nota 0,555.

A gestão do ex-prefeito Roberto Flávio recebeu também uma avaliação positiva da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro, no chamado Índice FIRJAN, que acompanha os índices de desenvolvimento socioeconômico dos municípios brasileiros em três áreas de atuação: Emprego e renda, Educação e Saúde.

Em 2005, primeiro ano do mandato de Roberto Flávio, Belém recebeu a nota de 0.3977, ocupando o 136º lugar dentre os 223 municípios paraibanos. Já em 2012, último ano do mandato de Roberto, Belém melhorou de posição e foi para o 111º lugar, com o índice em 0.5663.

Por outro lado, o recente índice FIRJAN, divulgado no início deste ano, referente apenas aos dados municipais de 2013, primeiro ano de mandato do atual prefeito Edgard Gama, mostrou que o índice de Belém caiu para 0.5415, despencando para a 164ª colocação dentre os municípios paraibanos. No ranking dos municípios brasileiros, também comparando aos anos de 2012 e 2013, a queda foi ainda mais forte: da 4045ª posição, Belém despencou para a 4552ª. O pior resultado desde a primeira medição realizada pela FIRJAN.

Nenhum comentário: