sexta-feira, 14 de outubro de 2016

Apesar da derrota esmagadora nas urnas, Edgard Gama diz que tem 70% de aprovação

Em entrevista concedida à Talismã FM, na tarde desta sexta-feira (14), o atual prefeito de Belém, Edgard Gama (PSB), que perdeu a eleição por uma diferença esmagadora para Renata Christinne (PMDB), disse que sua gestão tem uma aprovação de 70% da população belenense.

Contudo, o resultado da eleição municipal, no último dia 2 de outubro, foi totalmente o inverso. Edgard Gama obteve apenas 38% dos votos válidos, perdendo a eleição por uma diferença de 1.363 votos pró-Renata, uma das maiores da história política de Belém. Cabos eleitorais de Gama chegaram a divulgar, às vésperas da eleição, pelas redes sociais na internet, “pesquisas internas” dando uma ampla vantagem do candidato à reeleição, que ao final do pleito sofreu uma derrota acachapante.

Durante a entrevista, o prefeito derrotado foi questionado por vários ouvintes que reclamaram, por exemplo, do cancelamento de um Aulão do Enem para os estudantes, o qual seria realizado neste sábado (15). Outra ouvinte denunciou que o esposo foi demitido, na tarde de ontem, de forma humilhante pela atual gestão municipal.

Sobre o Aulão do Enem, Edgard Gama disse que não tinha conhecimento do problema, pois não conversou com o secretário de Educação, o seu sobrinho Joseli Gama, mas terá que cortar gastos, deixando a entender que pode ter havido cortes de recursos para a realização da atividade destinada aos estudantes belenenses.

Em relação às demissões de funcionários da prefeitura, Gama afirmou que cumpriu a recomendação do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba, devido ao elevado número de funcionários contratados.  No entanto, a Resolução Nº 23.457, de 15 de dezembro de 2015, do TSE, proíbe a contração e demissão de funcionários três meses antes e depois das eleições.

Questionado sobre a paralização da construção do campo de futebol no Distrito de Rua, Edgard Gama afirmou que a prefeitura de Belém disponibilizou uma contrapartida de R$ 100.000,00 (Cem mil reais), mas não deu para concluir a obra, pois estava aguardando os recursos da parte do Governo Federal.

Por fim, Edgard Gama agradeceu aos seus correligionários e disse que perdeu as eleições de 2016, assim como em 1996, quando era candidato a vice-prefeito ao lado de Edmilson Ribeiro, porque havia muitas candidaturas neste e naquele pleito, senão teria obtido êxito. Entretanto, se somados os votos de todos os candidatos concorrentes, a prefeita eleita de Belém, Renata Christinne, ainda venceria a eleição com a maioria de quase duzentos votos.

Nenhum comentário: