quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Secretaria de Educação de Belém (PB) estaria orientando professores a registrarem aulas inexistentes, denuncia Advogado


O advogado e futuro Procurador-Geral do Município de Belém, Marcelo Matias, denunciou na tarde desta quinta-feira (27), durante entrevista ao radialista Rafael San, na Rádio Comunitária Rua Nova FM, que professores da rede municipal de ensino estariam sendo orientados, pela Secretaria de Educação, a registrarem aulas inexistentes nos diários de classe.

Na denúncia encaminhada ao advogado Matias, a Secretaria Municipal de Educação de Belém poderá antecipar o recesso escolar deste ano, evitando o pagamento dos salários dos professores no mês de dezembro. Para isso, os professores teriam que registrar, nas cadernetas, aulas inexistentes nos dias de sábado, para atingir a carga horária exigida pelo Ministério da Educação.

O advogado Marcelo Matias, que faz parte da equipe de transição de mandato, já adiantou que comunicará ao Ministério Público a denúncia recebida, para que o órgão investigue e solicite uma perícia em todas as cadernetas de registro de aulas.

Até o fechamento desta matéria, a Secretaria Municipal de Educação não se pronunciou sobre a denúncia feita na rádio comunitária de Belém.

Nenhum comentário: