terça-feira, 1 de novembro de 2016

Prefeita eleita de Belém (PB) reduzirá salários de prefeito, vice-prefeito e secretários após aumento concedido por Edgard Gama, diz advogado Marcelo Matias

O advogado Marcelo Matias, membro da equipe de transição de governo e futuro Procurador-Geral do Município de Belém (PB), disse hoje (01/11), durante entrevista concedida ao radialista Cleon Batista, na Talismã FM, que a prefeita eleita de Belém, Renata Christinne, revogará a Lei nº 321/2016, sancionada pelo atual prefeito Edgard Gama, que eleva os subsídios do prefeito, do vice-prefeito e dos secretários municipais a partir de 2017.

No dia 30 de setembro deste ano, dois dias antes da eleição municipal, Edgard Gama (PSB) aumentou o salário do prefeito para R$ 16.000,00 (dezesseis mil reais), do vice-prefeito para 8.000,00 (oito mil reais), e dos secretários municipais para 4.000,00 (quatro mil reais). 

Entretanto, poucos dias após o término da eleição municipal, Gama demitiu quase 100 funcionários da Prefeitura de Belém alegando “contenção de gastos", o que motivou a ocupação da sede da prefeitura pelos servidores demitidos, ato que ficou conhecido como o maior movimento reivindicatório da história de Belém (clique aqui)

Edgard Gama, que concorria à reeleição ao cargo de prefeito, sofreu uma derrota acachapante nas urnas, perdendo com uma diferença de 1.363 votos, apesar de ter recebido o apoio do maior grupo político e econômico já formado em Belém, liderado pelo deputado estadual Ricardo Marcelo.

Nenhum comentário: