Páginas

quinta-feira, 11 de maio de 2017

Volume de água na barragem Lagoa do Matias continua baixo e segue em estado de observação

Barragem Lagoa do Matias (Município de Bananeiras). Data: 2 de abril de 2017. Foto: Fábio Espínola
A Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (AESA) atualizou, ontem (10/05), os dados sobre o volume de água da barragem Lagoa do Matias, reservatório que abastece o município de Belém e outros três municípios na região.

De acordo com a agência, o volume total de água acumulado estava, até ontem, em 18,8%, o que corresponde a apenas 232.820 m³ do total de 1.239.883 m³, capacidade máxima do reservatório.

Sobre a barragem de Pirpirituba, que auxilia no abastecimento da população belenense, a última atualização, disponível no site da AESA, ocorreu no dia 15 de abril. Nessa data, o reservatório de Pirpirituba acumulava 577.598 m³ de água, ou seja, 12,4% da capacidade total da barragem, que é de 4.666.188 m³.

Apesar de ser o período de chuvas no Brejo paraibano, com possibilidade de se estender até o mês de julho, os reservatórios da região ainda continuam com volumes baixos de água acumulada.

Dos reservatórios monitorados pela AESA na Paraíba, 4 estão sangrando, 35 com a capacidade armazenada superior a 20% do volume total, 45 em observação, com o volume menor que 20%, e 43 reservatórios em situação crítica, ou seja, menor que 5% do seu volume total.

Nenhum comentário: