Páginas

quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

Barragem de Pirpirituba segue em estado crítico e Lagoa do Matias entra em observação após queda no volume de água armazenada

Barragem Lagoa do Matias. Data: 07/01/2018. Foto: José Sudeny

Os dois mananciais, Pirpirituba e Lagoa do Matias, que abastecem vários municípios da microrregião de Guarabira, inclusive o município de Belém, entraram no ano de 2018 com baixíssimos volumes de água armazenada. A barragem de Pirpirituba, com capacidade de mais 4,6 milhões de metros cúbicos, encontra-se em situação mais crítica com apenas 9% da capacidade, segundo a AESA.

Já a barragem Lagoa do Matias, com capacidade de armazenar 1,2 milhão de m³, entrou em estado de observação com 16% de seu volume total, de acordo com os dados divulgados pela AESA na última segunda-feira (8).


Dos 127 reservatórios monitorados pela AESA na Paraíba, 63 estão em situação crítica (menor que 5% do seu volume total), 33 estão em observação (menor que 20% do seu volume total), 30 com capacidade superior a 20% do seu volume total, e apenas 1 reservatório, o São José II, em Monteiro, está sagrando por receber as águas da transposição do Rio São Francisco que seguem pelo curso do Rio Paraíba até o Açude Boqueirão, em Campina Grande.

Nenhum comentário: