domingo, 8 de abril de 2018

Lula sai à pé do Sindicato e faz história de novo


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva agora é preso político. Depois de um longo impasse, ele atravessou o bloqueio de militantes a pé até a rua e entrou no comboio da Polícia Federal.
Até às 18h40 deste sábado (7) manifestantes que cercavam o prédio dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo, não deixavam a Polícia Federal levar o ex-presidente e permaneciam na porta impedindo a passagem.
Comentaristas da Globo, entre eles Cristiana Lobo, Valdo Cruz e Andreia Sadi insinuavam que tudo era jogada do próprio Lula para não ser preso.

O advogado de Lula, Cristiano Zanin, ligou para a emissora dizendo que era contra o bloqueio e que o melhor era que Lula se apresentasse. Lula também concordava.
A Globo insistia também no fato de que, se Lula não se apresentasse, poderia ser pedida a sua prisão preventiva, o que dificultaria a sua situação.
Ao mesmo tempo, lideranças do PT, como a presidente Gleisi Hoffmann, Luiz Marinho e Paulo Teixeira estavam na porta do sindicato tentando convencer a militância a deixar que Lula saísse. Gleisi avisou aos militantes que a Polícia Federal deu prazo de meia hora para que Lula se entregasse.
Às 18h50 do Sábado, 6 de abril de 2018, o maior presidente da história do Brasil, virava, mais uma vez, preso político.
Fonte: Revista Fórum

Nenhum comentário: