Páginas

sábado, 7 de novembro de 2020

Promotora de Justiça manda recolher tambores, churrasqueiras e encerra aglomeração de cabos eleitorais da candidata Aline em Belém

Na imagem, a própria promotora apaga a churrasqueira utilizada pelos cabos eleitorais de Aline em frente à Igreja Sagrada Família, em Belém.

A Promotora de Justiça, Ana Maria Pordeus Gadelha, determinou, na tarde deste sábado (07), o recolhimento de materiais ilegais da campanha da candidata Aline Barbosa espalhados na Praça 6 de Setembro e em várias ruas da cidade de Belém, como tambores com o número da candidata e bandeiras em postes de energia.

Também foram recolhidas churrasqueiras e bebidas alcoólicas de cabos eleitorais da candidata do grupo do ex-deputado Ricardo Marcelo que estavam aglomerados em frente à Igreja Matriz da Sagrada Família.

Alguns cabos eleitorais de Aline tentaram impedir a retirada dos objetos, gerando um princípio de tumulto e sendo necessária a atuação da Polícia Militar para cumprir a determinação da Promotora que, inclusive, foi um dos alvos de vaias de alguns partidários de Aline.


Nenhum comentário: